segunda-feira, 13 de julho de 2015

Resenha - Alma Vampira - Doce Vampira - Ju Lund

                                      Resenha - Alma Vampira - Ju Lund 

    [Contém spoilers de Doce Vampira]


    Editora: Avec

    Ano de publicação: 2015

    Edição: 1ª

    Formato: Ebook


 Após ser capturada e solta pelos semeadores, com a mente distorcida, Eduarda volta para casa, com a memória falha ao que aconteceu nos últimos meses. Enganada por sua família, e possivelmente por seu mais novo amigo, Samael, Duda aprende a temer e odiar os vampiros, abominando-os. 

 Esther descobre sobre a soltura de Duda, procurando-a, e sendo automaticamente repelida e temida. Com raiva e confusa, ela procura entender o motivo pelo qual a garota age dessa maneira, descobrindo, assim, que Duda sofreu lavagem cerebral dos semeadores, perdendo a memória. Impulsionada pelo pânico e depressão, Esther rapta a humana, movida pela paixão a fazer uma coisa que, se for feita, mudará o rumo de suas vidas, e poderá fazer com que Duda volte ao normal, e a ame, ou a odeie, e jamais a perdoe.

 Logo de início, percebe-se o tamanho do desespero e depressão de Esther, e a luta pela memória de Duda. Ambas lutam pelos seus objetivos, vivendo aventuras perigosas, e descobrindo quem realmente é amigo nas horas de sofrimento.

 A narrativa é alternada, no ponto de vista da Eduarda, da Esther e, no final do livro, da Louise.
O final é um misto de mistério, perigo, descobertas e escolhas, fazendo o leitor vidrar na estória. Ao fim, o mesmo se pergunta se aquele foi realmente o fim do livro, imaginando o que acontecerá com os personagens.


Crítica final: Com mistérios do início ao fim, Alma Vampira é a continuação tão desejada, que superou as expectativas, dos leitores de Doce Vampira. Ju Lund mais uma vez torna sua escrita acolhedora, além de enigmática, respondendo a algumas dúvidas e criando outras, as quais clamam por resposta.







 Onde comprar... 
Por enquanto, apenas os ebooks estão a venda.

Doce Vampira:

Alma Vampira:

Até a próxima, galera!